O que são serviços ecossistêmicos?

A natureza e o ser humano convivem em constante interação e comunhão, retirando uns dos outros meios e processos que auxiliam seu desenvolvimento. Obviamente, essa relação é muito mais proveitosa para os humanos, ao passo que a natureza vem perdendo muito mais do que ganhando.

As matas, os rios, os animais e todos os materiais que são extraídos da natureza são indispensáveis para nossa vida. Como sobreviveríamos sem a água dos rios, sem as plantas nos fornecendo alimento e oxigênio, sem os animais interagindo com nossa dieta e no nosso dia a dia, e etc.

A indústria, a tecnologia e o trabalho humano estão inteiramente baseados e enraizados nos recursos naturais. Não há trabalho no mundo que não se valha de matéria prima, recursos naturais e dos serviços ecossistêmicos.

Por serviços ecossistêmicos, entendemos como a prestação e disponibilização de recursos e, claro, serviços que nos são fornecidos diretamente ou não. Ou seja, todo o arcabouço de funções que a natureza possui que são indispensáveis para a reprodução da vida no planeta.

 

O que são ecossistemas

Antes de avançarmos, é bom ter o conceito de ecossistema bem esclarecido.

De forma geral, podemos entender o ecossistema como um conjunto de fatores, bióticos e abióticos, que interagem e se desenvolvem em comunhão, compondo um sistema estável e equilibrado em um espaço razoavelmente bem delimitado.

A interação entre fauna, flora, solo, temperatura, água, nutrientes e etc. promovem uma verdadeira rede de suporte e desenvolvimento, que evolui e se consolida cada vez mais com o passar dos anos.

A interferência do homem, seja para sua própria sobrevivência ou para desenvolvimento econômico perturba os ecossistemas. Sempre que retiramos materiais ou seres daquele ambiente nós estamos alterando o sistema.

A capacidade de resiliência dos ecossistemas é limitada e, caso nossa perturbação seja maior que sua taxa de recomposição e restauração, certamente aquele ecossistema poderá estar com sua integridade comprometida, comprometendo também nossa subsistência e existência.

 

Exemplos de serviços ecossistêmicos

Todas as funções cumpridas pela natureza que, direta ou indiretamente interferem em nossas vidas de forma positiva são tidas como serviços ecossistêmicos prestados à humanidade.

De valor incomensurável (muitos falam que ultrapassa dos U$ 100 trilhões por ano), os serviços ecossistêmicos nos beneficiam, de forma bem simples e direta, com todo o arcabouço que nos permite viver e reproduzir nossos estilos de vida.

Esses serviços são comumente separados de acordo com sua funcionalidade para nosso cotidiano, compartimentados de forma que sejam mais facilmente qualificados em relação a nossa utilização, a saber:

  • Serviços ecossistêmicos de Suporte

São os serviços mais básicos e estruturais de todo o planeta. São eles que balizam o desenvolvimento da vida. Podemos falar que os essenciais serviços de suporte são, por exemplo, a ciclagem de nutrientes e a formação do solo.

  • Serviços ecossistêmicos de Provisão

Esses são os serviços mais facilmente reconhecidos por nós no dia a dia. São justamente os materiais e recursos que são fornecidos para nosso consumo, como água, energia, combustível, alimentos, etc.

Olhe ao seu redor. Sim, tudo que lhe cerva veio da natureza. Os remédios, sua alimentação, sua garrafa, seu computador, enfim, absolutamente tudo.

Essa provisão de recursos vem da natureza, e ela não nos cobra nada por isso!

  • Serviços ecossistêmicos culturais

São os serviços ecossistêmicos que talvez mais sentimos falta, devido ao estilo de vida da maioria da população, enclausurada na “selva de pedra”.

Quem não ama fazer uma bela caminhada em uma trilha, contemplando a natureza e reenergizando o espírito? Os serviços de turismo, lazer, religião e cultura são indispensáveis para a qualidade de vida do ser humano, preenchendo a lacuna espiritual e mental do ser.

  • Serviços ecossistêmicos de Regulação

Aqui talvez seja o serviço mais indireto e complexo dos ecossistemas. É a interação dos fatores que culminam no desenvolvimento de sucesso do ambiente. São as florestas regulando o clima, os nutrientes do solo, o regime de chuvas, etc. São as árvores armazenando carbono e fornecendo oxigênio. São as águas alimentando as florestas, nutrindo o solo e assim vai.

É impossível analisar essa sinergia de forma isolada. Todos os fatores são fundamentais e indispensáveis para o bom funcionamento do todo. E sim, os ecossistemas são autorregulados, ou seja, não necessitam de nós para seu pleno desenvolvimento.

 

Importância dos serviços ecossistêmicos

Todos esses serviços ecossistêmicos só são possíveis graças a interação dos diversos fatores naturais. Se a abelha não poliniza a flor para que ela possa se desenvolver, não temos frutos. Se os pássaros não dissipam as sementes, as florestas teriam muito mais dificuldade para se desenvolverem.

Se matas próximas dos rios, eles rapidamente sofreriam assoreamento e também com a erosão do solo. Solo esse que necessita de água, de nutrientes, etc.

Desta forma, percebemos o quanto é importante para a humanidade e para todo o planeta a manutenção deste equilíbrio necessário para a manutenção dos ecossistemas, ao passo que a menor perturbação neles pode nos trazer consequências bastante indesejadas.

O devido manejo dos recursos naturais é imperativo para a reprodução da vida humana na terra, sendo indispensável observarmos a natureza jamais como um entrave ou obstáculo para o desenvolvimento econômico, mas sim como a nossa única fonte real de sobrevivência que dispomos para viver.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *