A biodiversidade ecossistêmica brasileira

O Brasil é um país agraciado pela natureza, contando com uma vasta biodiversidade disposta por quase todo seu território.

Mundialmente conhecido pelas suas belezas e riquezas naturais, o país se destaca pela diversidade, de fauna e flora, com suas milhões de espécies que, ao interagirem entre si, proporcionam dos mais belos e complexos universos no planeta Terra.

O tratado internacional multilateral chamado de Convenção da Diversidade Biológica (CDB), realizado ao longo da ECO-92, conceitua biodiversidade como sendo “a variabilidade de organismos vivos de todas as origens, compreendendo, dentre outros, os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos de que fazem parte; compreendendo ainda a diversidade dentro de espécies, entre espécies e de ecossistemas”.

A biodiversidade brasileira se cristaliza no país possibilitada pelo clima, solo, abundância de recursos hídricos e outras características íntimas do Brasil, que se refletem em nossa cultura extremamente diversa, com grandes variações na dieta e nos costumes do povo brasileiro.

Tudo que a natureza nos fornece nós convertemos em saúde, alimento, cultura, lazer, trabalho… enfim, em itens básicos e indispensáveis para nossa vida. Essa produção de recursos naturais para nosso consumo vai ainda além, com a provisão de serviços ecossistêmicos que tanto nos são necessários.

 

O que são serviços ecossistêmicos

Serviços ecossistêmicos se diferenciam dos famosos “serviços ambientais”, ao passo que este último é prestado por nós, por exemplo, quando reflorestamos algum espaço, ou quando financiamos projetos para captação de CO2 da atmosfera.

Já os serviços ecossistêmicos são intrínsecos da dinâmica natural, nos propiciando recurso, energia e materiais para o desenvolvimento de nossas ações.

Vejamos agora alguns exemplos de serviços ecossistêmicos indispensáveis para nossa vida:

  • Solo

O solo filtra a água vinda das chuvas para abastecer os tão importantes aquíferos subterrâneos, além de serem os locais por excelência da ciclagem de nutrientes que permite a sua fertilização e, posteriormente, emprego da agricultura nessas terras cultiváveis

  • Rios

Água. A água que nos fornece a vida, que mata nossa sede, irriga nossos alimentos, que leva nutrientes para os animais e que é o habitar natural de tantos animais importantes em nossas dietas. Sem falar, é claro, dos serviços de recreação e lazer, afinal, quem não gosta de um bom banho de rio ou de cachoeira?

  • Vegetação

A riqueza das matas se traduz em princípios ativos para medicações, para nossa alimentação, para encher nossos olhos com sua beleza exuberante e, sobretudo, para fornecer o oxigênio indispensável para nossos corpos.

 

Ecossistemas brasileiros

O Brasil, graças à sua extensão territorial continental, que se estende milhas e milhas para todos os cantos, possui uma vasta variedade climática, geológica e de vegetação.

As estações do ano são bem definidas, ainda que muito diferentes em termos de intensidade. Por exemplo, não há comparação do inverno do Sul com o do Nordeste.

Essas múltiplas combinações de características fazem com que se desenvolvam, em uma mesma nação, diversos tipos de ecossistemas diferentes, formando inclusive diversos biomas.

Essa riqueza ambiental é única no mundo. Aqui convivemos com quase desertos e florestas ombrófilas densas. Temos árvores de todos os continentes que aqui facilmente acharam um pedaço de chão para se adaptar.

Os manguezais, rios, lagos e lagoas foram ecossistemas riquíssimos de fauna e flora, recursos naturais e minerais, que geram emprego, alimento, cultura e arte para o povo brasileiro.

Os grandes biomas, como a Mata Atlântica, a Floresta Amazônica, o Cerrado e a Caatinga são únicos, cada um com suas especificidades, enriquecendo de forma incomensurável a vasta biodiversidade brasileira.

Os ecossistemas brasileiros são nosso maior patrimônio. É mais do que obrigação de cada brasileiro ter consciência de sua importância em nossas vidas, para que finalmente cada um de nós se esforce sempre um pouco mais para defender e melhor gerir nossos recursos, nossas riquezas e nossas fontes de vida.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *