Gestão de Serviços Ecossistêmicos

31/08/2016
COMPARTILHE

Em seus dois primeiros anos de trabalho, a TeSE dedicou-se à criação e à implementação de diretrizes empresariais para a valoração econômica e não econômica de serviços ecossistêmicos, com o objetivo de que as empresas passem a gerir suas vulnerabilidades e impactos sobre o capital natural, em especial as externalidades.

A gestão dos serviços ecossistêmicos é relevante pois o capital natural é um driver externo que pode afetar a realização dos objetivos da organização, causando impactos negativos (riscos) ou positivos (oportunidades). Assim, estes riscos devem ser gerenciados para proteger e gerar valor para a empresa.

Percebendo a dificuldade das empresas em utilizar os resultados da valoração para auxiliar na tomada de decisão, nos ciclos de 2016 e 2017 a TeSE empreende esforços para trabalhar o tema de gestão empresarial de serviços ecossistêmicos junto às empresas-membros da iniciativa.

Veja aqui as atividades do ciclo 2016 e aqui as atividades do ciclo 2017.

Mais Lidos

Nenhum post encontrado.